Quem Foi Mateus na Bíblia?

Quem-foi-mateus-na-Biblia

A figura de Mateus ocupa um lugar de destaque no coração do cristianismo, não apenas como um dos doze apóstolos de Jesus, mas também como o autor de um dos quatro evangelhos que formam a espinha dorsal do Novo Testamento. Sua transformação de coletor de impostos, uma profissão muitas vezes vilipendiada na sociedade judaica de sua época, para um proeminente disseminador das boas novas de Cristo, é uma história de redenção e graça que ressoa através dos séculos. Explorar quem foi Mateus na Bíblia nos convida a uma viagem não só através da história religiosa, mas também no âmago da transformação humana e espiritual.

A narrativa de Mateus nos lembra de que o caminho para a fé pode surgir dos lugares mais inesperados. Sua escolha por Jesus, deixando para trás sua vida anterior e seu sustento, exemplifica o chamado radical que a fé pode exigir de nós. A história de Mateus é um testemunho poderoso da capacidade de mudança e renovação que segue o encontro genuíno com o divino. É uma narrativa que não apenas define o caráter de Mateus, mas também destila a essência da mensagem cristã de esperança e transformação.

QUEM FOI MATEUS NA BÍBLIA? O Homem Antes do Chamado

Antes de se tornar um dos apóstolos, Mateus era conhecido como Levi, um coletor de impostos a serviço dos dominadores romanos em Capernaum. Essa profissão era sinônimo de traição e ganância aos olhos de seus contemporâneos judeus, o que o tornava uma figura marginalizada em sua própria sociedade. A escolha de Mateus por Jesus, portanto, não foi apenas uma reviravolta pessoal, mas também um ato revolucionário que desafiou as normas e expectativas sociais da época.

O apóstolo Mateus também é chamado de Levi?

Geralmente acredita-se que Mateus e Levi são a mesma pessoa, já que o nome “Levi” não é mencionado na lista dos discípulos de Jesus.O Evangelho de Marcos (capítulo 2: -14) e o Evangelho de Lucas (capítulo 5: -27) contêm relatos muito semelhantes aos registrados em Mateus 9:-9, nos quais Jesus ordena que Levi o siga.
, onde o apóstolo foi chamado.

Como entendemos que Levi e Mateus são a mesma pessoa, sabemos imediatamente que ele é filho de Alfeu (Marcos 2: 14). Sabemos também que Tiago, outro apóstolo de Jesus, também era filho de Alfeu.
Porém, não há informações que nos permitam afirmar que se tratava do mesmo Alfeu e, portanto, que Tiago e Mateus eram irmãos.
Quanto à sua dupla designação (Levi e Mateus), seu verdadeiro nome era Levi, mas depois de se tornar apóstolo de Jesus foi chamado por outro nome, neste caso Mateus, como Simão Pedro.

Quem-foi-mateus-na-Biblia

Seleções do Apóstolo

Mateus Além da lista dos apóstolos, uma das duas ocorrências do Apóstolo Mateus na história bíblica descreve com precisão seu chamado para ser discípulo de Cristo.O interessante é que a única vocação individual dos discípulos registrada nos Evangelhos Sinópticos é a do apóstolo Mateus.Este documento mostra que o apóstolo Mateus era cobrador de impostos.

Os funcionários da alfândega eram cobradores de impostos e taxas a serviço do Império Romano.
Esta classe de trabalhadores era desprezada por outros judeus, que os viam como traidores de facto do seu próprio povo.Saiba mais sobre o Grupo de Especialistas do Novo Testamento.

O contexto histórico desta passagem sugere que Mateus pode ter estado sob o comando de Herodes Antipas, senhor da Galiléia. Considerando a sua posição, o apóstolo Mateus foi provavelmente um dos mais instruídos do grupo de discípulos de Jesus.

Jesus encontrou Mateus “sentado na repartição de impostos”, isto é, na alfândega perto de Cafarnaum, e ordenou-lhe que o seguisse (Mateus 9:444-9).

Foi aqui que o apóstolo Mateus ficou, e as repartições fiscais geralmente eram construídas em estradas, pontes, canais e nas margens de lagos para cobrar impostos e pedágios.

O Chamado e a Missão

A chamada de Mateus é um dos momentos mais emblemáticos do Novo Testamento, destacando a capacidade inclusiva e transformadora do amor de Jesus. “Segue-me”, disse Jesus, e com essas simples palavras, uma nova vida começou para Mateus. Sua resposta imediata e inabalável a este chamado reflete uma disposição profunda para a mudança, um tema recorrente na jornada de fé de muitos.

O Evangelho Segundo Mateus

O Evangelho de Mateus é uma peça fundamental na literatura cristã, oferecendo uma perspectiva única sobre a vida e os ensinamentos de Jesus. Este texto é especialmente notável por sua ênfase nas profecias messiânicas do Antigo Testamento, demonstrando como a vida de Jesus cumpre essas predições. Mateus escreve com um olhar voltado para seus companheiros judeus, buscando construir pontes entre as tradições judaicas e os ensinamentos de Cristo.

O Ministério do Apóstolo Mateus Outra menção ao Apóstolo Mateus está registrada precisamente na ordem textual em que ele começou a seguir Jesus, junto com uma lista dos nomes de seus discípulos e a história de seu chamado Masu.
.
Nesta ocasião, o apóstolo Mateus aparece e preside um banquete ou planeja um “grande banquete em sua própria casa” (cf. Lucas 5: 29; Mac 2: 15; Mateus 9: 10). Muitos cobradores de impostos e pecadores estavam presentes neste banquete, e Jesus foi repreendido pelos escribas e fariseus por estar sentado à mesa com eles.

Depois do Pentecostes, registrado em Atos capítulo 2, a Bíblia não fornece mais informações sobre o apóstolo Mateus.Embora não haja nenhuma evidência histórica, algumas tradições sugerem que Mateus partiu para a Etiópia, Macedônia, Síria e outros locais em algum momento após o Pentecostes.

Uma dessas tradições confirma que o apóstolo Mateus faleceu de causas naturais na Macedônia. Nas tradições grega e romana, por outro lado, diz-se que os apóstolos foram martirizados.

O Legado de Mateus

O impacto de Mateus estende-se muito além do seu evangelho. Sua vida e obra continuam a inspirar cristãos em todo o mundo, servindo como um lembrete poderoso da misericórdia e da possibilidade de renovação. A inclusão de Mateus entre os apóstolos destaca a mensagem universal do cristianismo, que convida todos, independentemente do passado, a participar da comunidade de fé.

TABELA DE PARENTESCO DE MATEUS NA BÍBLIA

PersonagemRelação com MateusContexto e Características
Levi (Mateus)Próprio Mateus, o apóstoloMateus, também conhecido como Levi, foi um dos doze apóstolos de Jesus Cristo. Antes de se tornar um discípulo de Jesus, ele era um coletor de impostos em Cafarnaum, chamado Levi. Ele foi chamado por Jesus para segui-lo e se tornou um dos seus discípulos mais próximos.
AlfeuPossível pai de MateusEm algumas passagens dos Evangelhos, Mateus é chamado de “filho de Alfeu”. A identidade de Alfeu não é completamente esclarecida nas Escrituras, mas é possível que ele seja o pai de Mateus.
TiagoPossível irmão de MateusTiago, filho de Alfeu, também é mencionado como um dos doze apóstolos de Jesus. Alguns estudiosos sugerem que Tiago poderia ser irmão de Mateus, mas isso não é totalmente confirmado nas Escrituras.
Este quadro apresenta os principais parentescos de Mateus na Bíblia, destacando sua própria identidade como um dos doze apóstolos de Jesus Cristo e algumas possíveis relações familiares mencionadas nos Evangelhos.

Conclusão

A história de Mateus é uma narrativa de redenção, oferecendo luz não apenas sobre o caráter do próprio Mateus, mas também sobre o coração do cristianismo. Sua jornada de coletor de impostos a evangelista simboliza a promessa de transformação que está no cerne da mensagem cristã. Ao refletir sobre “quem foi Mateus na Bíblia”, somos lembrados do poder do chamado divino para alterar trajetórias de vida e inspirar um novo propósito e direção.

Mateus, com sua complexa jornada de fé, continua a ser uma fonte de inspiração para aqueles que buscam significado e renovação em suas próprias vidas. Através de seu exemplo, aprendemos que a graça e a redenção estão ao alcance de todos, não importando o passado ou as circunstâncias presentes. A inclusividade de seu chamado e a profundidade de sua transformação são testemunhos poderosos do amor incondicional e da misericórdia divina.

Além disso, o Evangelho de Mateus nos oferece uma rica tapeçaria de ensinamentos e parábolas de Jesus, cada uma revelando novas facetas de sabedoria e verdade. Este evangelho serve não apenas como um documento histórico, mas também como uma fonte contínua de orientação espiritual, ética e moral. Ele nos desafia a refletir sobre questões de justiça, compaixão e verdadeira fé.

Em um mundo que muitas vezes valoriza o poder e a riqueza acima do caráter e da integridade, a história de Mateus é um lembrete reconfortante de que o verdadeiro valor é encontrado na busca de uma vida alinhada com princípios elevados e no serviço aos outros. Sua vida redefinida pela fé nos lembra que a verdadeira transformação é possível para todos que estão dispostos a responder ao chamado do amor e da verdade.

A história de Mateus continua a nos inspirar, servindo como um farol de esperança e um guia para viver uma vida de maior propósito e significado. Seja como um espelho de nossas próprias lutas e aspirações ou como um convite para uma jornada mais profunda de autodescoberta e serviço, Mateus permanece uma figura central na tapeçaria da fé cristã.

Convidamos você, leitor, a mergulhar mais fundo na vida e nos ensinamentos de Mateus. Que sua história sirva como um ponto de reflexão e inspiração em sua própria jornada de fé e transformação. Ao fazermos isso, podemos encontrar novos caminhos para o crescimento pessoal, a compaixão e o serviço ao próximo, seguindo os passos de um dos mais notáveis discípulos de Cristo.

FAQ (PERGUNTAS FREQUENTES)

Quem foi Mateus na história bíblica?

Na história bíblica, Mateus é conhecido principalmente como um dos doze apóstolos de Jesus Cristo e o autor tradicionalmente atribuído ao primeiro dos quatro Evangelhos do Novo Testamento. Antes de se juntar a Jesus, Mateus exercia a função de cobrador de impostos em Cafarnaum, uma cidade na região da Galileia. Essa profissão era geralmente malvista pela sociedade judaica da época, pois os cobradores de impostos eram frequentemente considerados corruptos e vistos como colaboradores dos Romanos, que ocupavam a Judeia.

Quem era Mateus antes de seguir Jesus?

Antes de se tornar um dos discípulos de Jesus, Mateus trabalhava como coletor de impostos para o império romano em Cafarnaum. Essa profissão era mal vista pela sociedade judaica da época, pois os coletores de impostos eram frequentemente associados à ganância e à colaboração com os opressores romanos.

Como Mateus foi chamado por Jesus?

O Evangelho segundo Mateus descreve o chamado de Mateus de maneira simples e direta: Jesus o viu sentado na coletoria e disse-lhe: “Segue-me.” Mateus levantou-se e seguiu Jesus, um ato que marcou o início de sua jornada como um dos doze apóstolos.

Qual é a contribuição de Mateus para a Bíblia?

Mateus é tradicionalmente creditado como o autor do primeiro Evangelho no Novo Testamento, conhecido como o Evangelho segundo Mateus. Este texto é fundamental para o cristianismo, pois contém a narrativa do nascimento, vida, ministério, morte e ressurreição de Jesus, além de incluir o Sermão da Montanha e muitas das parábolas de Jesus.

Quais são as características únicas do Evangelho de Mateus?

O Evangelho de Mateus é notável por sua ênfase na realização das profecias messiânicas do Antigo Testamento. Mateus frequentemente destaca como os eventos da vida de Jesus cumprem as escrituras judaicas, demonstrando a Jesus como o Messias prometido. Além disso, o Evangelho segundo Mateus contém o Sermão da Montanha, uma das mais significativas e completas exposições dos ensinamentos de Jesus.

Como Mateus é representado na tradição cristã?

Na tradição cristã, Mateus é frequentemente simbolizado por um homem alado ou um anjo, uma das quatro figuras viventes que cercam o trono de Deus, conforme descrito no livro de Ezequiel e no Apocalipse. Este símbolo está relacionado à natureza humana de Cristo, que Mateus enfatiza em seu Evangelho. Mateus é venerado como santo em várias denominações cristãs e é o padroeiro dos contadores, banqueiros e fiscais, entre outros.

Qual foi a missão de Mateus?

A missão de Mateus, como um dos doze apóstolos, era proclamar o Evangelho de Jesus Cristo, ensinar os ensinamentos de Jesus e ajudar a estabelecer as primeiras comunidades cristãs. Ele é tradicionalmente reconhecido como o autor do Evangelho de Mateus, que apresenta uma visão detalhada da vida, morte e ressurreição de Jesus, com um enfoque particular na relação entre a nova fé e as tradições judaicas.

Como Mateus foi chamado por Jesus?

Mateus foi chamado por Jesus enquanto trabalhava como cobrador de impostos, uma profissão desprezada à época, pois muitos cobradores eram vistos como traidores que colaboravam com o regime romano opressor. O Evangelho de Mateus relata que Jesus simplesmente se aproximou dele e disse “Segue-me”. Mateus levantou-se e seguiu Jesus, uma demonstração de sua pronta resposta ao chamado (Mateus 9:9).

Qual era o dom de Mateus?

Mateus possuía o dom de narrativa e uma compreensão profunda tanto das tradições judaicas quanto do contexto sociopolítico de sua época. Seu Evangelho é notável por conectar as profecias do Antigo Testamento com a vida de Jesus, demonstrando como Jesus cumpria essas profecias, um aspecto crucial para persuadir os primeiros judeus convertidos ao Cristianismo.

O que aconteceu com Mateus na Bíblia?

Além de seu chamado e de algumas menções nas listas dos apóstolos, a Bíblia não fornece muitos detalhes sobre as atividades individuais de Mateus após Pentecostes. Sua principal contribuição é reconhecida como sendo o autor de um dos quatro Evangelhos.

Por que Jesus escolheu Mateus?

Jesus escolheu Mateus, apesar de sua profissão impopular e status social, para mostrar que a mensagem do Evangelho era para todos, incluindo os marginalizados e os pecadores. A escolha de um cobrador de impostos enfatizava o ensinamento de Jesus de que ele veio não para chamar justos, mas pecadores ao arrependimento (Mateus 9:13).

Como era a personalidade de Mateus?

Enquanto os textos bíblicos não detalham extensivamente sua personalidade, podemos inferir que Mateus era uma pessoa que valorizava a ordem e o detalhe, dado o estilo meticuloso de seu Evangelho. Ele também era corajoso e disposto a deixar sua antiga vida para trás, indicando uma personalidade decidida e comprometida com sua nova fé.

Como foi a morte do apóstolo Mateus?

As tradições antigas variam sobre como Mateus morreu. Uma das tradições diz que ele sofreu o martírio na Etiópia, onde teria sido assassinado por ordem de um rei local enquanto defendia a fé cristã. No entanto, essas histórias não são universalmente aceitas e surgem mais de tradições eclesiásticas do que de registros bíblicos ou históricos primários.

Qual apóstolo era autista?

Não há registros ou evidências históricas ou bíblicas que sugiram que qualquer um dos apóstolos fosse autista. Essa ideia parece ser uma interpretação moderna ou uma leitura retrospectiva sem base nas fontes antigas.

2 comentários em “Quem Foi Mateus na Bíblia?”

  1. Adorei o artigo, não sabia muita coisa sobre o Mateus, sempre ficava me perguntando quem foi mateus na bíblia, más esse artigo tirou todas as finjas dúvidas, muito obrigada.

    Responder
    • Obrigada pelo seu comentario, muitas pessoas tem essa duvida de quem era o Mateus na bíblia, só espero que esse artigo vocês consiga tirar todas as duvidas.

      Responder

Deixe um comentário